Problemas Emocionais trazem consigo a falta de realização profissional ou a perda do sentido pelo qual as pessoas realizam suas tarefas diárias, desencadeando emoções tóxicas como a Depressão, Ansiedade, Estresse e muitas outras, impedindo que de alguma forma elas entrem em ação para realizar aquilo que desejam. A primeira coisa que você deve entender é: Como funcionam suas emoções!

A raiz da palavra emoção significa “mover” acrescida do prefixo “e-”, que denota “afastar-se”, o que indica que em qualquer emoção está implícita uma tendência para um agir de maneira imediata. Cada emoção que sentimos desempenha uma função específica, preparando o corpo para diferentes tipos de respostas.

Algo que talvez a maioria das pessoas desconheça é que temos DUAS mentes:

A mente que raciocina e a que sente. Essa divisão racional/emocional é o que conhecemos como “Coração” e “Cabeça”. A parte do cérebro responsável por suas decisões emocionais é o sistema Límbico. E a parte racional é chamada de córtex pré-frontal, responsável por gerar os pensamentos.

Existe um equilíbrio entre as mentes emocional e racional. A mente emocional alimenta e informa a mente racional, e a mente racional refina e às vezes bloqueia a entrada as emoções. Mas, ao mesmo tempo as mentes operam semi-independentes, funcionam em circuitos distintos embora interligados.

É fato que em momentos decisivos, ocorre uma ascensão do coração sobre a razão. São as nossas emoções, que nos orientam quando estamos diante de um impasse e quando temos que tomar providências muito importantes.

A segunda coisa muito importante é entender que as Mulheres são mais racionais que emocionais.

Imagine a seguinte situação: o marido liga para a esposa avisando que chamou os amigos para jantar em casa, e que já estão a caminho, ele e mais 3 convidados. Qual a reação da mulher? Ela fica indignada porque precisa ser avisada com antecedência. Ela precisa de planejamento para preparar as coisas. Planejamento? Planejamento é característica de alguém racional, e alguém racional demora entrar em ação porque precisa de um plano.

Quem convidou? O Homem. Agir impulsivamente é uma característica de alguém emocional. São as emoções que fazem com que alguém entre em ação. E os homens, na maioria das vezes, tem essa característica. Nos eventos do dia a dia, a mulher tem mais razão do que emoção.

As nossas emoções estão ligadas às nossas reações físicas (Corpo), ou seja, dependendo da emoção você é capaz de sentir dores físicas. Você precisa assumir o controle de suas emoções, para que as emoções apenas sirvam as escolhas do seu racional e não governem as suas escolhas.

A sua mente racional é responsável por governar, fazendo as melhores escolhas que serão servidas por sua mente emocional. Agora se sua mente racional hoje faz escolhas sem nenhuma emoção, ela também será incapaz de te governar.

Os resultados que você deseja alcançar, vão exigir de você habilidades Cognitivas e Emocionais.

Estudos Científicos Demonstram que 20% das decisões são racionais ou cognitivas e 80 % emocionais, então o resultado de toda decisão é: Fator Emocional mais Fator Cognitivo. Nossas habilidades de raciocínio e habilidades emocionais controlam tudo o que somos e como agimos. Ao associar em equilíbrio essas habilidades qualquer um é capaz de obter os resultados que deseja.

Terceira coisa importante para impedir a autossabotagem: As mulheres têm o poder de decidir!

Quando você tem feridas emocionais abertas, isso te priva de fazer as melhores escolhas. E em um estágio de tristeza e depressão, você não consegue ter bons relacionamentos. Quando você tem um passado mal resolvido, e leva esse passado para o presente, isso causa emoções tóxicas. No entanto, tão importante quanto resolver o passado é entender que o Futuro precisa ser DECIDIDO. Quando você decide onde quer chegar, e tem medo do que está à frente, você se sabota perdendo as oportunidades.